Dr.Turba

Dr.Turba

Fitoterapia e os Medicamentos

borboleta com reflexo

Sucos de frutas podem reduzir a absorção de medicamentos e não devem ser ingeridos simultaneamente

Sabe-se que o suco de toranja pode aumentar a absorção de alguns medicamentos, causando efeitos tóxicos ao organismo. Agora, cientistas da University of Western Ontario, apresentaram, no encontro nacional da American Chemical Society, novas evidências que mostram que ingerir suco de toranja, maçã ou laranja junto com medicamentos pode reduzir a absorção de certas drogas, prejudicando seus efeitos benéficos potenciais.

Segundo o coordenador da pesquisa, professor de farmacologia David Bailey, da Universidade de Western Ontario, o efeito dos sucos de frutas pode, inclusive, anular totalmente o efeito dos remédios. Entre as medicações, estão algumas usadas para tratar doenças cardíacas, câncer, rejeição a órgãos transplantados, remédios para alergia e infecção.

Vinte anos atrás Bailey descobriu que o suco de toranja aumentava a absorção do medicamento felodipina, usado para tratar hipertensão arterial, provocando overdoses perigosas. Depois disso, outros pesquisadores concluíram que o suco da fruta tinha o mesmo efeito em quase 50 medicamentos.

No último estudo, a equipe de Bailey deu fexofenadina, um anti-histamínico, a voluntários saudáveis. Alguns voluntários tomaram o remédio acompanhado de um copo de suco de toranja, outros com água pura e um terceiro grupo com água acompanhada de naringenina, ingrediente ativo da toranja.

Entre o grupo que tomou o medicamento acompanhado do suco, apenas metade do remédio foi absorvido, em comparação com os voluntários que beberam água pura.

A naringenina, ingrediente ativo do suco de toranja, parece bloquear um "transportador" da droga, conhecido como OATP1A2, que tem o papel de levar o remédio do intestino para a corrente sanguínea. Este bloqueio diminuiria a absorção da droga e neutralizaria seus efeitos benéficos, afirma Bailey.

Segundo a pesquisa, os sucos de toranja, maçã e laranja diminuíram a absorção da etoposida, um agente usado nos tratamentos contra câncer; alguns beta-bloqueadores usados no tratamento de pressão alta e prevenção de ataques cardíacos (atenolol, celiprolol, talinolol); ciclosporina, usada para tratar a rejeição a orgãos transplantados e alguns antibióticos.