Dr.Turba

Dr.Turba

ACNE

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Acne:

Doença de aspecto polimorfo (que existe ou se apresenta em várias formas) , em vários tipos de lesão estão presentes em maior ou menor quantidade , conforme o estágio clínico da evolução . A incidência é maior entre jovens de ambos sexos entre os 14 e 19 anos , motivo pelo qual a afecção é chamada também de acne juvenil. A localização das lesões é sempre na face , podendo acometer , também , o dorso , nádegas e membros superiores.

Vários fatores influenciam, em maior ou menor grau , o aparecimento e a evolução do quadro acnéico , cabendo destacar os seguintes:

Fator endócrino. Os hormônios androgênico (Hormônio que controla o estado fisiológico dos caracteres sexuais secundários característicos dos homens) estimulam o aparecimento de lesões acnéicas , o que se confirma , de uma certa forma , pelo não acometimento de indivíduos castrados. Os estrogênicos parecem agir beneficamente na acne , tendo sido relatados casos de acne grave em casos de insuficiência ovariana.

Fatores psicogênicos. A tensão emocional pode agravar o quadro acnéico em certos pacientes . Em neuróticos , onde a ansiedade predomina , as lesões tendem a se exacerbar . O hábito, muitas vezes incontrolável de coçar ou espremer as lesões induz à formação de cicatrizes inestéticas.

Do ponto de vista morfológico (forma) e de conformidade com o número e gravidade das lesões pode a acne ser classificada em quatro tipos evolutivos:

(Tipo 1). É a forma inicial e menos extensiva da doença. Encontram-se numerosos comedões (cravos) , que são lesões pequenas , foliculares (pequeno saco em forma de dedo de luva , em uma pele dotado ou não de propriedade secretória) , às vezes escurecidas , resultantes da obstrução do folículo piloso . Localiza-se na face de modo difuso. Podem existir também algumas pápulas maiores, porém em número inferior aos comedões.

(Tipo 2). Predominam nesta fase as lesões papulosas com características inflamatórias, coexistindo com os comedões . As lesões atingem maiores numero e são mais profundas, acometendo grande área da face. Algumas pústulas (elevação cutânea pequena e cheia de pus) podem ser encontradas juntamente com lesões cicatriciais deprimidas e, por vezes, discrômicas (mudança de coloração da pele).

(Tipo 3). Já se observam neste estágio grandes prejuízos estéticos, com presença de comedões , pápulas (elevação eruptiva da pele) , pústulas (elevação cutânea pequena cheia de pus) , em numero elevado e alguns nódulos de consistência amolecida . Várias lesões cicatriciais conferem à face aspecto inestético , comprometendo às vezes outras áreas , como o dorso , nádegas e região do peito. Há um intenso componente inflamatório.

(Tipo 4). Nesta fase mais adiantada as lesões são muito numerosas e coexistem vários tipos morfológicos: comedões, pápulas, pústulas, nódulos (pequeno nó) e, por vezes, cistos de grandes dimensões. Surge eritema (dermatose caracterizada por manchas rubras de tamanho variável) difuso em certos locais. São numerosas as cicatrizes, podendo surgir lesões hipertróficas (aumento de volume) e queloideanas (tumor cutâneo do tecido conjuntivo, do tipo cicatrizal, que resulta de uma irritação especialmente de uma cicatriz) , o que compromete ainda mais o aspecto estético.

- Em geral, os quatro tipos descritos se sucedem uns aos outros em ordem crescente de gravidade, mas há casos em que a afecção se instala bruscamente em qualquer das fases, omitindo as anteriores.

A primeira alteração perceptível da acne é a retenção da secreção sebácea . Passa a desenvolver-se, então, uma série de alterações bioquímicas, mediadas por microrganismos, que vão provocar as lesões teciduais responsável pela fisiopatologia (estudo das alterações funcionais pela ação dos agentes patogênicos) da doença. O sebum normal contém cerca de 58% de triglicerídeos, ésteres de colesterol , carboidratos e outros componentes menos importantes. O nível de secreção esta sempre elevada em portadores de acne, sendo que esse material fica retido no interior do ducto folicular após a obstrução do mesmo pela formação do comedão. Temos o surgimento da bactéria difteróide , o Corynebacterium acnes.

Terapêutica:

DIETÉTICA è a dieta deve ser rica em alimentos naturais integrais , cereais integrais , salada de frutas frescas e legumes , e sem produtos refinados e oleosos tais como:

Queijo, carne gorda, chocolate, bolos e doces. Os legumes devem ser ingeridos crus ou levemente cosidos, pois as temperaturas elevadas destroem muitas vitaminas e enzimas. Os alimentos devem ser cosidos, grelhados, assados no forno. Substituir o leite integral pelo desnatado.

PLANTAS MEDICINAISè Tomar uma infusão de raiz de “Dente-de-leão” e “Urtiga (folhas)” , uso interno , age como depurativo. Lave o rosto pela manhã com tintura de “Calêndula”, 1 colher das de chá em um copo de água. A tintura de “Confrei” para lavagem facial ajuda na formação de tecido novo e evita cicatriz.

A aplicação na área afetada com ‘’Arvore-do-chá “2 vezes ao dia , e” Lavanda “2 vezes ao dia”.

Consulte sempre o médico, pois nos casos de chás é necessária a indicação da dosagem. Nos somente efetuamos uma medicação didática.

COLESTEROL

video