Dr.Turba

Dr.Turba

Xampu Natural para Cabelo

Photobucket

Os cabelos humanos servem especialmente como decoração e as pessoas gastam muito tempo, fazem um esforço considerável para cuidá-los e melhorar sua aparência. São criados produtos para melhorar seu movimento, estrutura resistência, brilho, espessura, suavidade, como também sua proteção.

Para isto vamos ensinar formula de xampus natural.

O principal motivo para se utilizar um xampu fitocosmético é substituir de imediato um químico muito forte e agressivo à saúde e ao couro cabeludo, o chamado Lauril Éter Sulfato de Sódio (LESS), elemento constituinte de todas as formulações de xampus convencionais. Uma alternativa ao juá, chamada saboneteira ou árvore-do-sabão, que possui na sua composição elementos que produzem espuma e causam limpeza com um forte efeito anti-séptico.

Nome científico: Ziziphus joazeiro Mart.
Família: Rhamnaceae.
Sinônimo botânico: Ziziphus guaranitica Malme.
Outros nomes populares: joá, joazeiro, juá-de-espinho, juazeiro, jurubeba, jurupeba, raspa-de-juá, juá-fruta, enjuá, enjoaá, juá-mirim, laranjeira-do-vaqueiro. Joazeiro (inglês), jujubier brésilien (francês), zizyphus joazeiro (italiano).
Constituintes químicos: ácido betulínico, ácido oleamólico, amido, anidrido fosfórico, cafeína, celulose, hidratos de carbono, óxido de cálcio, proteína, sais minerais, saponina, vitamina C.

Fitocosmética (fabricação de): shampoos, loções (doenças de pele), produtos de higiene bucal;

Propriedades medicinais: anti-séptico contra caspa, cicatrizante, favorece o crescimento e evitar a queda dos cabelos, higienizante, tônico capilar. Frutos: ricos em vitamina C.

Utilize sempre o juá em maior quantidade, que é neutro e bastante anti-séptico, rico em saponinas, elementos que produzem espuma.

Cabelos secos: utilize uma quantidade maior de cravo-da-índia, pois ele possui um óleo medicinal (eugenol) que ajuda no equilíbrio dos cabelos mais secos. Cabelos oleosos: use mais canela no lugar do cravo. Cabelos mistos: use cravo e canela em equilíbrio.

Cravo: Família: Mirtáceas
Origem: Ilhas Moluccas
Outros nomes populares: craveiro-da-índia, cravina-de-túnis, cravo-de-cabecinha, cravoária e rosa-da-índia.
Composição química: eugenol, acetato de eugenol, beta-cariofileno, ácido oleânico, triterpeno, benzaldeído, ceras vegetais, cetona, chavicol, resinas, taninos, ácido gálico, esteróis, esteróis glicosídicos, kaempferol e quercetina.

Na saúde e cosmética: utilizado em xampus e loções capilares que limpam e auxiliam o crescimento dos fios.

Canela: Família: Lauráceas
Origem: Ceilão, Birmânia, Índia
Outros nomes populares: caneleira, caneleira-da-índia, caneleira-de-ceilão, cinamomo e pau-canela.

Composição Química: acetato de eugenol, ácido cinâmico, açúcares, aldeído benzênico, aldeído cinâmico, aldeído cumínico, benzonato de benzil, cimeno, cineol, elegeno, eugenol, felandreno, furol, goma, linalol, metilacetona, mucilagem, oxalato de cálcio, pineno, resina, sacarose, tanino e vanilina.

Cosmética: para dar brilho nos cabelos; usada em pastas dentais e óleos bronzeadores.

As matérias aqui apresentadas têm efeito educativo, qualquer duvida consulte o dermatologista